top of page

Acerca de

Italo ensaiando_capa site.jpg

ÍTALO MUDADO

SUA HISTÓRIA

Aqui, você vai encontrar uma linha do tempo sobre a trajetória do educador e diretor Ítalo Mudado. Uma das grandes referências do teatro mineiro, que contribuiu para a formação de diversos atores e profissionais das artes cênicas em Minas e no cenário nacional. 80 anos de vida, diversas histórias pra se contar e muita coisa ainda pode ser inserida por aqui, pois o processo de resgate oral de sua trajetória não para. Por isso, novidades vão constantemente surgir por aqui e sua contribuição é muito bem vinda.

1996 a 1999

1996

A convite do Centro de Estudos Luso-Afro-Brasileiros Ítalo montou uma adaptação do conto de Machado de Assis, Missa do Galo. A boa aceitação pelo público incentivou o Grupo Intervalo a criar um espetáculo no ano seguinte com a adaptação de outros contos do autor.

 

O Grupo ainda produziu, neste ano, Salomé, de Oscar Wilde, A Panela, de Plauto e Duas Comédias com Entreato, que reunia os textos “Hoje Avental, Amanhã Luva”, de Machado de Assis; “Final de Ato”, de Júlia Lopes de Almeida, e “O Doido e A Morte”, de Raul Brandão.

Neste mesmo ano Ítalo foi convidado a dirigir o espetáculo Iphigênia, de Eurípides, uma produção da Trupe de Teatro e Pesquisa.

1997

Pela segunda vez, o Grupo abriu espaço para uma produção infantil: Caçando Fantasmas, com texto e direção de Marco Túlio Zerlotini. O Grupo ainda montou, sob a direção de Ítalo, A Mandrágora, de Maquiavel, e Uma Lição Depois da Missa, que reunia os textos “Missa do Galo”, “Antes da Missa” e “Lição de Botânica”, de Machado de Assis.

 

A convite do Centro de Estudos Luso-afro-brasileiros, Ítalo apresentou uma leitura do Sermão, de Padre Vieira na PUC Minas. Nesse mesmo ano, foi convidado a dirigir uma adaptação para o teatro das obras Sermão Pelo Bom Sucesso das Armas de Portugal Contra as da Espanha, de Padre Antônio Vieira, e Sonetos, de Cláudio Manoel da Costa, ambas indicadas para o vestibular da UFMG. As adaptações deram origem ao espetáculo Vieira e Cláudio Manoel.

1998

Ítalo fez uma seleção de poesias de Carlos Drummond de Andrade, Abgar Renault e Emílio Moura e criou o espetáculo Três Poetas. Na primeira parte, um trecho do livro “Beira Mar”, de Pedro Nava. No mesmo ano, o Intervalo produziu o espetáculo O Primo Rico de Miami, de Joaquim Manoel de Macedo.

No final da década de 1990 Ítalo passou a dar aulas de História de Teatro na Companhia de Teatro, de Luiz Paixão. Depois de alguns anos , começou a dirigir espetáculos com os alunos.